Em defesa do Centro Cultural Casarão em Barão Geraldo

Na terça-feira, dia 13, a associação de proprietários do loteamento Terras de Barão, no distrito de Barão Geraldo, iniciou a colocação de grades e portões para o fechamento das ruas do bairro, com objetivo de criar um “bolsão de segurança”. A obra é totalmente irregular, uma vez que não tem qualquer autorização da Prefeitura, fecha vias públicas e restringe o acesso ao Centro Cultural Casarão, que é um equipamento público de cultura aberto a toda a população.

Diante dessa ação, dezenas de ativistas da cultura e moradores locais que não concordam com o fechamento do bairro realizaram uma manifestação e comunicaram a Prefeitura. Representantes das Secretaria de Cultura e de Urbanismo, além de agentes da EMDEC estiveram no local e determinaram a retirada dos portões.

Apesar do recuo momentâneo, a associação de proprietários do loteamento Terras de Barão, que não representa a totalidade dos moradores, vem insistindo em um projeto de fechamento do bairro e iniciou a construção de guaritas e colocação de grades, mesmo sem ter autorização do poder público para isso, o o que é ilegal.

O fechamento das ruas do loteamento, além de restringir o acesso ao Centro Cultural Casarão, irá causar transtornos à moradores e trabalhadores da região, pois irá impedir a circulação de ônibus e provocar longos deslocamentos para contornar a área cercada.

Na quinta-feira, dia 15, foi realizada uma reunião com moradores que discordam do fechamento e representantes  do Centro Cultural Casarão com a Secretária de Cultura, Alexandra Caprioli e diretor de Cultura, Gabriel Rapassi.

O diretor de Cultura reconheceu que não existe nenhum decreto o autorização da Prefeitura para o fechamento das ruas do bairro. A Secretaria de Cultura se comprometeu a levantar a documentação sobre esse processo e acompanhar a análise desse processo junto à da Secretária de Planejamento.

A Rádio Comunitária Noroeste está acompanhando e se coloca ao lado da luta pelo livre acesso ao Centro Cultural Casarão e dos moradores que não querem ter o bairro fechado por uma associação que não os representa.

Veja abaixo vídeo no Instagram https://bit.ly/3ieW50p

Entrevista como moradora local:  https://youtu.be/F2SCo9y9MB8

Ouça aúdio com o professor Wagner Romão https://youtu.be/vjIvRLdX_co

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *